10 coisas mais baratas na Austrália

IMG_5442

Zeca Moreira

Sydney é a quinta cidade mais cara do mundo para se viver. Contudo, viver aqui é bastante barato se comparado com o Brasil. Ficou confuso? Eu explico. Apesar de constar no ranking dos lugares mais caros do mundo para morar, algumas coisas como alimentação, vestuário, eletrônicos e contas (luz, condomínio e etc) tornam a vida na cidade mais populosa da Austrália bastante em conta (desde que você não faça conversão dos valores em dólares para reais, claro). Lembre-se, você mora na Austrália, logo, ganhará em dólar australiano. Deixem a conversão para a hora de voltar ao Brasil.

Veja agora no TOP+ do UpToYou Brasil as 10 coisas mais baratas na Austrália.

1 – COMIDA

IMG_5440
Saco vazio não para em pé. Então não se preocupe. Você ficará em pé. Inclusive cuidado para não começar a rola de tão cheio e rechonchudo que ficará o saco (me refiro ao saco do ditado). Isso porque a comida barata aqui não é das mais saudáveis, digamos assim. Mesmo frutas, verduras e legumes, baratos, não são tão nutritivos. São totalmente transgênicos. Duram semanas na geladeira. Mas ok. Isso significa que de fome você não morre. Sem falar nos fast foods. Uma promoção qualquer pode te custar menos que 5 pratas.

Ainda me recordo a primeira vez entrei numa das maiores redes de supermercados de Sydney. Me senti num túnel do tempo. De volta ao ano de 1995, quando as coisas no Brasil custavam menos de R$ 1. Milho, ervilha, feijão, biscoitos, refrigerante, suco, atum (enlatado predileto dos brasileiros na Austrália), chocolates e mais um monte de coisas custando CENTAVOS de dólar australiano. Com 20 dólares na carteira você faz a compra da semana (isso sem luxos).

DICA – Sempre procure fazer as compras da semana terça-feira. Nesse dia da semana TODOS mercados e lojas (até postos de gasolina) vendem muitos produtos mais baratos. Melhores locais para comprar barato: ALDI, COLES e Woollworths.

IMG_5451

2 – ROUPAS

IMG_5427

Se você engordar muito ao ponto das roupas que trouxe não te servirem mais não esquente a cabeça. Com menos de AU$ 20 você pode comprar uma calça jeans ou uma camiseta social. Cinco pratas você leva uma camiseta regata bacana ou uma camisa branca básica (tipo Hering). Outro dia desses comprei uma calça de moletom (sem ser de marca) por AU$ 8 dólares e um casaco de moletom (de marca) por AU$ 20.

DICA – K-mart e ALDI. Sendo que o primeiro é o paraíso para quem gosta de comprar QUALQUER coisa barato.

IMG_5431 IMG_5432

3 – ACADEMIA

fitness first
Ok, você cansou de engordar comendo junk food e comprando roupa de gordo no K-Mart. Seus problemas acabaram. A melhor academia de Sydney custa AU$ 25 dolares por semana. Se você não quiser gastar “tanto” assim você pode malhar na concorrente que custa AU$ 13 dólares a semana.

DICA – Se você gosta de fazer social na academia e teu lance não é puxar ferro de verdade, procure a FitnessFirst. É tipo a BodyTech daqui. Se você quer gastar pouco e malhar numa academia menos cheia uma boa opção pode ser a Snap Fitness.

4 – ELETRÔNICOS 
O preço desses produtos aqui é de deixar qualquer nerd desorientado. Para efeito de comparação o valor é o mesmo dos Estados Unidos, com a devida correção cambial (o dólar australiano vale um pouco menos que o americano). Nada mais, sem impostos extras em cima. Graças a essa vantagem, eu e a Mônica podemos comprar alguns produtos aqui que há tempos queríamos, mas não compramos no Brasil devido ao preço “abusivo”.

DICA – SEMPRE, SEMPRE pechinche. A competividade entre as grandes lojas aqui é acirrada. As maiores do ramo são a JB HI-FI e Harvey Norman.

5 – ELETRODOMÉSTICOS

IMG_5436
Sua mãe ou avó iam PIRAR aqui. Liquidificador, grill para assar carne, sanduicheira, máquina de fritar sem usar óleo, tudo por preços totalmente acessíveis. Um liquidificador meia-boca sai por AU$ 15 pratas. Um bom mesmo custa AU$ 25. Uma torradeira top não sai mais que AU$ 20. Se quiser comprar da mais barata 10 pratas são o suficiente. Além disso, mesas, sofás, abajur e outros penduricalhos podem ser comprados por um bom preço.

IMG_5434

IMG_5435

DICA – Diferentemente do Brasil, o mercado de compra e venda de produtos de segunda mão BOMBAM aqui na Austrália. Com AU$ 200 você compra uma boa máquina de lavar roupas numa loja de esquina. Se quiser comprar um sofá usado o Gummtree é uma excelente opção. Pode achar por lá um com dois assentos por míseros AU$ 80. Se você é daqueles que gosta de tirar o produto da caixa e sentir o cheiro de coisa nova o Ikea é uma boa pedida. Mas se prepare para chegar em casa e ler o manual de instalação do armário que acabou de adquirir. Tudo que eles vendem vem desmontado. Mas não esquente. É super simples.

6 – CONTAS (condomínio, luz e água)

contas
Uma conta de “Eletricity”, por exemplo, chega a cada três meses. Nesse caso, foi $200 a ser dividido por três pessoas

.
Imagine viver num local onde você não tem que se preocupar com condomínio? Imaginou? Esse lugar existe e se chama Austrália. Aqui você aluga o apartamento e não tem que se preocupar isso. A responsabilidade é da administradora do prédio ou do proprietário. Algumas vezes está inserido no aluguel, mas o valor é tão baixo que você não sente no bolso.
• Luz – Se você não é daquelas pessoas que usa ar-condicionado 24 horas por dia, deixa o aquecedor ligado no inverno ou faz uso irracional de energia, sua conta de eletricidade dificilmente passará de AU$ 80 por mês. Isso numa casa com até QUATRO pessoas.
• Gás – Quase a mesma coisa da conta de luz. Cerca de AU$ 80 por mês.
• Água – Não é cobrado. For free.

7 – CARRO/GASOLINA

IMG_6863
Brasileiro que é Brasileiro adora um carro bacana. Junta as moedas para comprar um Golf e desfilar com eles pelas ruas esburacadas no Brasil. Aí chega no exterior e descobre que o Golf nada mais é do que um carro muito do simples. Aliás, ninguém dá muita bola para o carro que você tem aqui (exceto Ferrari, Porsche e afins). Com mil pratas você compra uma lata velha boa o suficiente para rodar pelas ruas. Se quiser “esbanjar” dá para comprar algo por AU$ 5 mil mais novo ou uma caranga mais bacana. Com AU$ 10 mil para cima você anda com carro semi-novo.

E notícia boa não acaba aí. A gasolina aqui também é barata. Mais uma vez digo, não venha fazer a conversão do valor comprado aqui em dólar para real para comparar os preços. Aqui você ganha em dólar, então abastecer com a gasolina comum a AU$ 1,20 é muito barato. Meses atrás estava AU$ 0,99.

DICA – Lembre-se que terça-feira é o dia da promoção em Sydney, logo aguarde esse dia para encher o tanque.

8 – TRANSPORTE PÚBLICO

IMG_3098
Eis um item controverso. Muitos brasileiros que moram em Sydney costumam reclamar que transporte aqui é caro. Eu discordo. Acho muito barato e justo por demais. Eu explico. Aqui na Austrália as pessoas podem optar por comprar apenas o ticket para viagem que vão fazer em determinado trajeto ou podem optar por comprar um cartão no qual você coloca crédito e esse vai sendo descontado a cada viagem. A grande vantagem, e que faz o transporte público ser muito barato, é que se você optar pela segunda opção, você poderá viajar de GRAÇA a partir do oitavo trecho, independentemente da distância do trajeto.

Agora pense comigo. Se você faz duas viagens por dia (vai e volta de ônibus ou trem para o trabalho) e gasta AU$ 10 por dia (numa conta jogando BEM para cima), a partir de sexta-feira você começara a andar de graça. Digamos que você pegue ainda no MÍNIMO mais seis vezes o transporte público até começar novamente a semana (toda semana zera a conta). Ao todo você terá feito 14 viagens a um custo de AU$ 50 dólares (isso jogando bem para cima esse valor. Eu por exemplo, faço 8 viagens por R$ 20 dólares).

DICA – Use sempre a opção do cartão. Procure viajar fora dos horários de pico sempre que possível. O desconto chega a 30% nesses horários.

9 – VIAJAR

IMG_5458
Vamos combinar, depois de viajar para essas bandas da Oceania e Ásia dificilmente você voltará para cá a passeio. Então que tal aproveitar para conhecer paraísos como Ilhas Fiji, Bali, Tailândia, Vietnam, Pequim, Tóquio, entre centenas de outros roteiros. Caro? Isso se você sair do Brasil rumo a esses destinos. Saindo aqui da Austrália rumo a qualquer um desses destinos que citei você não gastará mais do que AU$ 1000 por 10 dias de hospedagem (com passagem e alimentação inclusa) num resort maneiríssimo em Bali. Se você está lendo essa matéria sua cabeça esta pensando: “Nossa, mas AU$ 1000 é caro”. Nào, não é. Se você já tem um emprego fixo na Austrália, nem que seja de lavador de pratos, você levanta essa grana rapidamente. Em cerca de um mês. E outra, veja um pacote desses saindo do Brasil. Não custará menos de R$ 15 mil.

Se você não gosta de pacote e prefere se jogar por conta própria vai gastar menos ainda. Tenho vários amigos que fizeram mochilão pela Ásia com AU$ 3 mil e ficaram cerca de dois meses por lá. Isso comendo do bom e do melhor e alternando as hospedagens entre hostel e resorts.

Vir para cá e não fazer uma trip dessas é pior que ir ao Vaticano e não ver o Papa. Ainda não fizemos a nossa, mas assim que fizermos iremos relatar tudo aqui no UpToYou e claro, traremos muitas dicas sobre o que fazer por lá para se divertir gastando pouca e muita grana.

10 – NOITE

Em Sydney você tem duas opções de noite. A barata e a cara. Como esse tópico trata as pechinchas vamos mostrar que é possível sim se divertir por aqui gastando pouca grana. Primeira coisa, procure as baladas 0800, aquelas na qual você não precisa coçar o bolso para entrar. E acredite são várias, entre boas, porém mais populares, e outras conceituadas, com gente mais abonada.

A City, forma como eles chamam o centro de Sydney, é o reduto com o maior número de opções (a maioria delas “populares”). Centenas de pubs. A vantagem é que lá você pode tomar uma cerveja barata nas tradicionais jugs (jarras) e se o lugar não estiver bacana você levanta e vai para a boate do lado (lembre-se, com a entrada gratuita é só ir pulando de um para o outro até achar um que te agrade). A desvantagem é que em termos de azaração a noite é fraca. A não ser que você seja chegado num (a) oriental. Eles estão aos milhares no centro de Sydney.

Se a ideia é ir a um lugar mais maneiro com mais Australiano do que backpacker você terá que se afastar um pouco da City, mas nem tanto assim. Kings Cross, a apenas duas estações de trem do meio da cidade é o bairro onde a noite ferve. Várias boates tradicionais onde rola a azaração. Em boa parte delas a entrada é gratuita, mas na hora de tomar uma cerveja ou algum drink você terá que gastar um pouco mais.

Dica 1 – Se seu plano é ir para City ou Kings Cross, JAMAIS chegue na porta do agito meia-noite. Aqui a balada começa bem cedo. Cerca de 21 hs as pessoas já se amontoam na porta da balada. Isso porque boa parte delas termina entre 02 hs ou 03 hs. Existem regiões mais afastadas onde a noite não tem hora para acabar, como Newtown, por exemplo. Mas não é o comum.

Dica 2 – Se você está indo beber num pub xexelento da City nem esquente qual roupa irá usar. Muita gente vai direto com a roupa do trabalho (incluso ai roupa de garçom, pedreiro e etc). Se você for a uma balada mais conceituada melhor deixar aquele Nike Shox em casa (de preferência no Brasil). Não interessa se você gastou AU$ 300 dólares nele (já vi brasileiro tentando se explicar com essa justificativa na porta da boate). O segurança NÃO vai deixar você entrar. Camiseta básica também é motivo de discórdia. Apenas camiseta social ou pólo são aceitas nesses locais.

Dica 3 – JAMAIS faça esquenta na porta do agito. Se os seguranças te veem bebendo antes eles vão te barrar (por mais que você ainda esteja sóbrio). Aliás, falando em sobriedade, aqui na Austrália eles têm um certo trauma com bêbados (independentemente do nível alcóolico). Dia desses saímos da corrida de cavalos após várias cervejas e algumas garrafas de champanhe (A Mônica, não eu).

Não temos fotos da baladinha, só da corrida mesmo, que aliás custou $15.
Não temos fotos da baladinha, só da corrida mesmo, que aliás  $15.

Fomos a uma balada chamada Golden Sheaf (recomendo muito). Entramos pelos fundos, pois se você está levemente biritado eles te travam na porta. Ao chegar no balcão para dar continuidade a saga etílica o bartender me perguntou:

– Quantas cervejas você já tomou hoje?
– Amigo, parei de contar na décima. Respondi rindo.
Ele não riu, chamou o segurança e fui retirado da balada. Então, fiquem espertos.

2 comentários em “10 coisas mais baratas na Austrália

  1. ZEZÉ, MEU FILHO QUERIDO!!!!!
    Saudades de você!!!! Continua com texto ótimo. Gostei do final. Ri bastante com o episódio.
    DEUS lhe abençoe. Beijos para você & a Mônica. E lembre-se: “Olho vivo porque cavalo não desce escada”!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Com AMOR & SAUDADES, PAPAI.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s